51 3713 8100

A beleza das coisas simples exposta em fotos no Centro de Cultura Última atualização em, 10 de janeiro de 2018

Foi caminhando no pátio do Centro de Cultura Jornalista Francisco José Frantz, na Praça Siegfried Heuser, que Eduarda Oliveira da Silva, de 10 anos, avistou um coqueiro, achou-o lindo e logo apontou a câmera do celular para cima. “Adoro fazer fotos de plantas”, disse. Depois agachou-se próxima a um canteiro e, após esforçar-se para achar o ângulo adequado, captou a imagem de uma flor. “Muitas vezes são nas coisas simples que sai uma foto perfeita”, afirmou. Eduarda não se tornou uma expert em fotografia por acaso. 

 

Desde agosto do ano passado, quando iniciou a oficina de fotos no Centro de Atenção Psicossocial da Infância e da Adolescência (Capsia), a menina passou a reservar toda terça-feira para se especializar na área. “Fizemos fotos com temas como o halloween, brincando de bolha de sabão e até de passeios”, explicou. A maior das aventuras, segundo ela, ocorreu no Parque da Gruta. Em uma das ocasiões, para fazer o que ela chama de “foto perfeita”, utilizou as luzes da caverna e produziu uma imagem. “Pedi para um amigo colocar a mão perto da luminária redonda e ficou uma foto muito legal”, conta. Em outra situação, a própria Eduarda serviu de personagem para que o garoto Gabriel Bauer de Oliveira, de 13 anos, fizesse uma imagem em movimento. “Foi uma foto difícil de fazer. Eu quis fazer uma foto dela pulando, e deu certo”, comemorou o menino. 

 

As fotos, muito mais que “legais” de Eduarda, de Gabriel e de outras crianças e adolescentes, de 10 a 17 anos,  que participaram da iniciativa, ficarão expostas até o dia 30 de janeiro, no Centro de Cultura Jornalista Francisco José Frantz. São 28 no total. De acordo com a terapeuta ocupacional do Capsia, Daniela Gruendling, a atividade tem por objetivo exercitar a capacidade de olhar o mundo a nossa volta.  “A ideia era fazer com que eles se divertissem e observassem o que vivenciam, promovendo interação e socialização”, justificou. 

 

Quem gostou da iniciativa foram as mamães da garotada. Camila Bauer, mãe do Gabriel, foi uma das primeiras a chegar na manhã desta terça-feira, 9, e aprovou a ideia. “Achei ótimo. Fiquei impressionada com o que ele fez”, disse. Já a mãe de Eduarda, Jaqueline de Oliveira, conta que a filha já faz planos em relação ao futuro. “Ela está bem empolgada e já tem sonhos e quer aprender ainda mais”, declarou. Para realizar a atividade, o Capsia contou com a colaboração voluntária das fotógrafas Daiana Fuelber e Kathiely Watte. A exposição, intitulada Click: Percepções Através do Olhar, está aberta para visitação no Centro de Cultura das 8 às 17 horas, sem fechar ao meio-dia.  

 

Mudança de endereço

O Capsia, que atualmente atende na Rua Marechal Floriano, 1334, na próxima quinta e sexta-feira estará fechado para a mudança de sede.  No dia 15 de janeiro as atividades serão  retomadas no novo endereço: Rua Presidente Rodrigues Alves, 729, Bairro Goiás (em frente à Escola Goiás). 

Compartilhe:
Prefeitura de Santa Cruz Suporte Técnico:
suporte@santacruz.rs.gov.br
Desenvolvido por DROP