51 3713 8100

Campanha Melhor Idade Livre de Quedas é lançada pela Prefeitura ├Ültima atualiza├ž├úo em, 05 de outubro de 2018

Para evitar possíveis acidentes domésticos, a aposentada Ana Maria Lopes, de 64 anos, já toma providências em sua residência. “Na minha casa não tem tapetes e no banheiro tenho uma barra de ferro pra me apoiar. Fico com medo de cair”, declara. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), as quedas de pessoas idosas são muito comuns. 

 

Com o objetivo de alertar a população idosa sobre a importância de manter a casa segura e com o menor risco possível de acidentes domésticos, foi lançado, na tarde desta sexta-feira, 5, a Campanha Publicitária Melhor Idade Livre de Quedas. O ato de lançamento ocorreu no Ambulatório do Idoso, Hipertenso e Diabético, localizado na Rua Ernesto Alves, 1298.

 

Os idealizadores da campanha, enfermeira Josiane Gass, e o coordenador do Ambulatório do Idoso, Alexandre Butzke,  explicaram os motivos da iniciativa. “A ideia surgiu depois que constatamos o alto índice de idosos que se machucam por não terem cuidados básicos em casa”, conta Josiane. 

Um manual contendo informações sobre medidas que podem ser tomadas será distribuído pelos 136 agentes comunitários de saúde da Prefeitura. Cuidados como utilizar tapetes emborrachados, deixar o caminho livre e sem objetos espalhados pelo chão, utilizar armários fixos e boa iluminação estão entre as orientações. 

 

A população idosa em Santa Cruz do Sul está em cerca de 17 mil. De acordo com o secretário de Saúde, Régis de Oliveira Júnior, após análise do perfil dos pacientes que esperam por uma cirurgia na área de traumatologia, foi considerado que, dos 350 pacientes, 26% tem mais de 60 anos. Na tentativa de evitar as quedas das pessoas da terceira idade, a Prefeitura lançou a Campanha Melhor Idade Livre de Quedas.  “Precisamos alertar as pessoas de que é importante tomar alguns cuidados na prevenção de quedas e acidentes. Os números são preocupantes. Queremos garantir qualidade de vida aos idosos”, afirmou. 

 

Na ocasião, os participantes do projeto Envelhecer Sorrindo expuseram seus trabalhos artesanais e de memória desenvolvidos nas oficinas. O Ambulatório atende cerca de 700 idosos por mês. No local são oferecidos serviços com vários profissionais, como psicólogo, médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogo, nutricionista, assistente social e fisioterapeuta.

 

Compartilhe:
Prefeitura de Santa Cruz Suporte Técnico:
suporte@santacruz.rs.gov.br
Desenvolvido por DROP