51 3690 4143

Iniciativa da Prefeitura conclama a população em defesa do Cinturão Verde Última atualização em, 22 de janeiro de 2024

Movimento foi apresentado à comunidade em ato na manhã desta sexta (19)


Um grande pacto envolvendo o Poder Público, entidades de classe, o meio acadêmico, associações de bairro e a sociedade em geral foi selado na manhã desta sexta-feira (19) para a defesa da causa ambiental em Santa Cruz do Sul. 


Em ato realizado diante de um Salão Nobre lotado, no Palacinho da Praça da Bandeira, a prefeita Helena Hermany lançou o Movimento pelo Cinturão Verde – no contexto de uma cidade socioambiental, sacramentado com a assinatura do decreto para a criação do Conselho Municipal de Gestão do Cinturão Verde.


A iniciativa busca mobilizar e organizar a sociedade para, coletivamente, planejar e executar estratégias para a preservação do corredor ecológico que circunda o município. 


Em sua fala, a prefeita Helena manifestou a intenção de transformar Santa Cruz do Sul em um modelo ambiental. “Queremos deixar um legado, com ênfase para o Cinturão Verde e a Várzea, no contexto de uma cidade socioambiental”.


Segundo a chefe do Executivo Municipal, hoje a sociedade vive o resultado da falta de cuidados com a natureza, com altas temperaturas, chuva acima da média, temporais e inundações. “Se nós erramos no passado, vamos fazer a diferença agora. Quando o assunto é meio ambiente, não existe meio termo: ou preservamos ou sofremos as consequências”, avaliou. 


Conforme a prefeita, a participação de cada um é importante para que se alcancem melhores resultados na preservação do planeta. Ela conclamou a sociedade santa-cruzense a se engajar na causa. "Este é o marco divisor para fazermos nascer um futuro melhor. A preservação do Cinturão Verde significa um compromisso com a vida dos nossos filhos, netos e das futuras gerações,” concluiu. 


Coube ao geólogo ambientalista José Alberto Wenzel, idealizador da proposta e designado pela prefeita Helena para dirigir o conselho municipal, apresentá-la ao público. Wenzel destacou que a iniciativa surgiu a partir de conversas com Helena, onde ela manifestou o desejo de fazer mais pelo meio ambiente, criando um legado sólido. Entretanto, salientou que se trata de uma proposta fluída, que quer congregar toda a sociedade em torno da defesa do cinturão. “Por isso que é um movimento. Não tem ninguém que vá parar esse processo, andaremos juntos. Não é uma mobilização de meia dúzia de iluminados, mas um movimento da comunidade santa-cruzense”.


O geólogo discorreu a respeito das 10 propostas sobre as quais o movimento se debruçará, que incluem itens como planejamento, sistematização e a transversalidade das iniciativas, e as ações que serão desenvolvidas dentro de cada uma delas, com os respectivos resultados esperados. 


Para Wenzel, a adesão dos proprietários de áreas dentro do Cinturão Verde será fundamental para o êxito do movimento. A proposta prevê a valorização daqueles que buscam preservar o corredor ecológico, e avaliará a viabilidade de concessão de benefícios tributários, incentivos e implementação de parcerias público-privadas.


Para o ambientalista, é urgente que a comunidade atue em defesa de sua área verde. “O cinturão não é uma simples área ao lado de Santa Cruz do Sul. Nós somos o cinturão, o que acontecer com ele vai acontecer conosco”, alertou.


Wenzel fez também uma saudação especial ao atual secretário de Obras e Infraestrutura, Edmar Hermany. Durante sua gestão como prefeito de Santa Cruz do Sul, no dia 26 de maio de 1994, Hermany decretou a delimitação da área física do Cinturão e a definição dos termos de ocupação e uso do solo pelo Plano Diretor. “Ele teve a coragem de assinar o decreto 4117 e graças a isso temos esse regramento”.


Marca e música tema


Durante a cerimônia, foi apresentada a identidade visual que estará presente em todo o material gráfico do Movimento pelo Cinturão Verde ao longo do ano de 2024, servindo também como logomarca da iniciativa. Uma plataforma interativa na internet, onde deverão constar todos os dados relativos ao Cinturão, está sendo projetada. Na oportunidade também foi apresentada a música tema de Santa Cruz do Sul. Com o título "Dizem que moro aqui", a letra traduz o sentimento de amor e de orgulho que se tem por viver em uma cidade única como Santa Cruz.

 

Homenagens ao aniversariante


A prefeita Helena Hermany quebrou o protocolo da cerimônia para saudar o aniversariante do dia, o geólogo ambientalista José Alberto Wenzel. O “parabéns a você” foi executado ao violino por um músico, juntamente com as palmas e vozes dos presentes. “Wenzel é um ser humano extraordinário, inteligente, capaz, sensível, aquela pessoa que a gente olha e vê o meio ambiente. Ninguém melhor do que ele para garantir esse nosso movimento e ser o presidente do nosso conselho”, afirmou Helena.