51 3690 4143

Prefeita Helena reforça importância de traçado alternativo na duplicação da RSC-287 Última atualização em, 22 de janeiro de 2024

Chefe do Executivo conversou com representantes da Concessionária Rota de Santa Maria


Criar um grande anel viário conectando as regiões que mais crescem na cidade segue sendo uma prioridade da gestão da prefeita Helena Hermany. E este foi um dos principais assuntos debatidos em uma reunião com representantes da Concessionária Rota de Santa Maria, do Grupo Sacyr, com foco na adoção de alterações ao projeto de duplicação da RSC-287.


Uma das solicitações do Executivo Municipal compreende o trecho entre os quilômetros 96 e 98 da rodovia, onde a 287 se conecta com a Estrada Travessa Dona Leopoldina e Linha Áustria. Neste perímetro, está sendo estudada a viabilidade da construção de uma variante ao traçado atual, menos sinuosa, com uma elevada, garantindo mais segurança aos deslocamentos pela via. A mudança permitirá a conexão destas localidades, incluindo as de Linha Santa Cruz e João Alves, com a Zona Sul e o Distrito Industrial da cidade, por meio de vias como a recém-inaugurada Estrada da Bruno Pritsch, facilitando e agilizando o trânsito dos moradores.


De acordo com a prefeita, a adoção da variante traria um grande ganho à comunidade santa-cruzense e segurança a todos que trafegarem pela pista. “Aquelas regiões estão se tornando cada vez mais populosas com o surgimento de novos loteamentos. As curvas do traçado atual são um risco permanente. O novo traçado trará um enorme ganho em mobilidade urbana para a cidade, formando um importante anel viário, e contribuirá para a redução de acidentes. A população também ganhará tempo nos deslocamentos, podendo curtir mais momentos com suas famílias e amigos”, salientou.


Conforme o diretor da Concessionária Rota de Santa Maria, Leandro Conterato, é importante que a Prefeitura reforce perante o Governo do Estado que o pleito tem importância estratégica para o município. Ele destacou que um estudo está sendo realizado para a avaliação da viabilidade do traçado alternativo. O levantamento deve ficar pronto até o final de abril, apresentando também o custo e benefícios a longo prazo da proposta.


Outra mudança pleiteada é a modificação da ligação da localidade de Linha Pinheiral e adjacências com a rodovia. De acordo com Conterato, está sendo estudada a criação de um dispositivo de conexão à estrada, próximo a entrada da Travessa Rabuske. A gerente de Comunicação da Concessionária Rota de Santa Maria, Cassiane Kersting, também acompanhou o encontro.